Postura no laboratório: como cuidar do seu físico e trabalhar sem dores

Compartilhe este conteúdo:

Postura no laboratório: como cuidar do seu físico e trabalhar sem dores 1

Muito se fala sobre cuidados com a postura, mas sobre postura no laboratório, especificamente, não se encontra tantas dicas, não é mesmo?

Qualquer pessoa que trabalhe em um laboratório, fábrica ou área de produção sabe em primeira mão como esse trabalho pode ser desgastante para o corpo. E o maior desafio do laboratório, quando falamos em saúde do trabalhador, é a postura!

Por quê será?

Muitas das configurações físicas de um laboratório são notoriamente desajeitadas, o trabalho é repetitivo e, na maioria das vezes, você se encontra em algumas posturas nada ideais. Com o tempo, o corpo irá realmente sentir os efeitos de todo esse desconforto pelo qual ele passa todos os dias.

Por isso, criamos esse artigo para trazer até você algumas dicas para que possa se adequar melhor ao trabalho, melhorar sua postura no laboratório ou outro local parecido e começar a criar mais consciência sobre a posição em que seu corpo fica, assim como a criar bons hábitos daqui para frente.

Vamos ver as dicas:

 Postura no laboratório: configurando o espaço

 Altura de trabalho em pé

  • Trabalho de precisão = superfície ligeiramente acima da altura do cotovelo;
  • Trabalho leve = superfície ligeiramente abaixo da altura do cotovelo;
  • Trabalho pesado = superfície aproximadamente 15 centímetros abaixo da altura do cotovelo.

Se você se sentar enquanto trabalha, certifique-se de que haja espaço para suas pernas (tente remover gavetas, portas, objetos e outras coisas que podem atrapalhar).

  • Ajuste a altura do assento, o encosto e o apoio para os pés para um suporte ideal;
  • Prepare o seu trabalho o mais próximo possível de você;
  • Armazene o equipamento pesado em prateleiras baixas ou no chão;
  • Escolha um equipamento ergonômico sempre que possível para minimizar sua aderência e força.

Postura Perfeita

  • Alinhe as orelhas sobre os ombros;
  • Ombros sobre os cotovelos (mantenha os cotovelos próximos ao corpo);
  • Cotovelos sobre quadris;
  • Se você ficar em pé, mantenha os quadris sobre os joelhos.

Se possível, coloque-se sobre um tapete anti-fadiga e alterne entre ficar em pé, colocando um pé sobre um apoio para os pés, banquinho ou armário aberto. Lembre-se de trocar de pé de vez em quando. Isso ajudará a reduzir a fadiga nas costas e nas pernas e a melhorar sua postura no laboratório.

Com essas dicas, você já pode começar a mudar sua rotina e diminuir a carga de estresse diária que seu corpo recebe. Aproveite para utilizar acessórios ergonômicos, também, para seu bem estar físico, uma vez que foram criados pensando, justamente, nas situações que passamos em nosso local de trabalho.

Faça esses ajustes e comece a notar a diferença em seu nível de dor ou desconforto ao final do dia!

Lembre-se de que, quando você está cansado, não está fazendo seu melhor trabalho. Isso não é bom para o seu desempenho profissional e menos ainda para o seu corpo. Claro, também é importante dormir o suficiente, manter-se hidratado e ter uma dieta adequada. Porém, a fadiga ainda irá aparecer ao final do dia se você não perceber as diversas maneiras com que seu corpo está sofrendo com a má postura no laboratório. Sua estação de trabalho, provavelmente, está contribuindo para o seu cansaço, especialmente se você ficar sentado ou em pé na mesma posição por horas a fio.

Além de fazer as mudanças que sugerimos acima, outras dicas que podem te ajudar são:

Não mantenha a mesma postura ou posição por longos períodos de tempo. Levante-se, caminhe ou faça alguns alongamentos leves por alguns minutos a cada hora. Considere alternar parte do dia trabalhando sentado e parte do dia trabalhando em pé. Você pode ajudar a prevenir a fadiga e também estender seus joelhos quando estiver em pé, usando um tapete anti-fadiga não plano, e também fazendo alongamentos algumas vezes durante o dia.

Postura no laboratório: como cuidar do seu físico e trabalhar sem dores 3

E aí, você acha que consegue prestar atenção nos sinais que o seu corpo está dando e fazer as mudanças necessárias para que ele volte e ficar confortável, cuidar com sua postura no laboratório e tornar seu dia no trabalho menos cansativo? Apostamos que sim!

Também, deixe seu comentário abaixo compartilhando suas dificuldades físicas enquanto trabalha para podermos ajudar você ainda mais!


Compartilhe este conteúdo:

Adicionar seu comentário

Equipe Especializada

Suporte especializado em Ergonomia - Dúvidas? Fale conosco aqui

Faturamento para Empresas

Faturamento e boleto à prazo para CNPJ

eSocial - adequação

Mix de produtos ideal para adequar-se ao eSocial - Dúvidas sobre sua adequação? Fale conosco